Se a vida lhe der uma banana,coma-a e faça um goool !

Imagem

 

  Frequentemente teremos desafios a ser seguidos, que prefiro chamar de estímulo, para enfrentar na nossa vida pessoal e profissional. O mesmo acontece quando caminhamos em direção a um sonho que queremos realizar.Muitas das vezes aparecem alguns “limões” em vez de, bons frutos em nossos destinos. E o que você deve fazer com esses “limões”? Basta seguir ao pé da letra o ditado Se a vida te der limões, faça uma bela limonada”. Em outras palavras, nos caminhos de nossa vida, todos irão encontrar grandes dificuldades e obstáculos, mas é aí em que está a diferença entre os vencedores e os fracassados. Os fracassados desistem no primeiro obstáculo, enquanto os vencedores, além de encará-los e superá-los, usam as experiências para se fortalecerem cada vez mais.

  Esta semana, o brasileiro Daniel Alves, jogador do Barcelona, foi vítima de racismo numa partida na Europa.Ele se preparava para cobrar um escanteio quando a torcida do time Villarreal, lhe jogou uma banana.A diferença é que dessa vez, ele parou, pegou a banana que lhe jogaram e a comeu. Não como um macaco, (como o que os europeus queriam dizer que ele era).Mas sim, como um Popeye com seu espinafre! Comeu, chutou e gooooooool. Daniel deu um gol para o seu time e um “olé” no racismo que pretendia lhe constranger. As pessoas podem ser racistas de muitas formas e cruéis em intensidade que a gente nem imagina. Tanto fora quanto dentro de campo. Tanto fora quanto dentro dos círculos familiares e de amizades.

  Todas as mídias no mundo e redes socias aplaudiram e apoiaram a atitude do Daniel contra o racismo. Fotos de celebridades, artistas, jogadores e pessoas comuns comendo ou segurando uma banana espalharam-se pela internet.A atitude do Daniel foi vitoriosa em vários aspectos:- Deu uma bela resposta para as pessoas ignorantes.Como ele mesmo disse no final da partida: “Estou há 11 anos na Espanha, e são 11 anos iguais. Tenho que rir desses retardados.”

  Por isso só tenho que parabenizá-lo.Porque ele ensina que bananas podem virar gol! Vale para qualquer razão de ser, qualquer jogo, qualquer partida. Vale para a vida inteira. Minha admiração por ele é com certeza um fato extraordinário. Ele recebeu a agressão. Entendeu que era para ele, sim, mas por um defeito do caráter alheio. Não por um defeito de cor sua. Esse entendimento é o que nos liberta da rede que o outro joga , na ânsia de nos prender em cativeiro. A vida nos dá bananas e limões. O que vamos fazer com isso é o que fará a grande diferença. Transformar banana em gol, esse é o verdadeiro gol de placa.


Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra. ” (Bob Marley)

Anúncios

6 comentários sobre “Se a vida lhe der uma banana,coma-a e faça um goool !

  1. Até hoje não sei o que significa ser diferente, viemos todos de Adão e Eva e assim iremos terminar, não existe essa de cor, o que mais perturba as pessoas é a falta de humanidade, isso sim é revoltante mas somos superior a esse tipo de pessoa e venceremos se unidos em Cristo e com muito AMOR. Pois somos brasileiros e não desistimos NUUUUNCA!
    Adorei sua crônica Ge . Ela revela a verdade que estamos vivendo !!!

  2. País hipócrita esse nosso!!! Só apoiam quando é um artista, uma figura pública ou alguém rico. Tá cheio de gente apoiando o jogador nas redes sociais e tratando mal a empregada dento de casa. Acorda gente!!! O Brasil é um país de misturas raciais e ainda é um país racista. Somos um povo corrupto, sem educação, sem cultura que copia tudo dos outros, que desrespeita as leis, que estaciona na vaga do deficiente, que conta piada de negro, que bate na mulher, que nega a vaga na escola pra uma criança autista etc etc etc e depois vai pro computador se achar o máximo pq está apoiando um fato ocorrido em outro país. E no nosso?? Quantos fatos iguais acontecem todos os dias e ninguém faz nada? Não é publicando foto com banana que vamos mudar alguma coisa. Claro que apoiar é legal, claro que punir a pessoa responsável é legal, claro que comentar e discutir o assunto é legal mas no Brasil só fica nisso mesmo. Ninguém se modifica no final das contas. As pessoas apoiam num dia mas continuam as mesmas ignorantes no dia seguinte. O preconceito começa em casa!!! Ensine o seu filho a respeitar a empregada, o feirante, o motorista do ônibus, o vizinho, o professor e todas as demais pessoas, pobres ou ricas, brasileiras ou estrangeiras, negras ou brancas, homem ou mulher, cariocas ou paulistas ou nordestinos. Só assim ninguém mas vai atirar banana ou precisar postar foto de banana.

  3. Eu adorei seu texto Geo e quando se trata de corrupção me aflijo muito mesmo pois todos sabemos que o Brasil só apoio este artigo porque é um jogador pois se fosse uma empregada com certeza não faria mídia alguma !
    beijos
    continue assim

  4. Seus textos são muito bons, sua linda ♥. E o que esse jogador fez, foi de tirar o chapéu! Não sei se eu faria o mesmo que ele, pois sou emotiva demais, mas quando trago essa reflexão à “vida real”, eu sempre tento transformar esses obstáculos em degraus, degraus para que eu suba cada vez mais na vida.
    Desejo muito sucesso a você e a seu blog 🙂
    Beijo, Joyce.

    http://olhardeumanerd.blogspot.com.br/

    • Joy ❤ lindinha
      Fico super feliz pelo comentário amorzinho . Esse Daniel foi incrivelmente magnifico não é mesmo? amei extremamente a sua "trilogia para a vida" sempre tentando transformar obstáculos em coisas que surgem mas rapidamente vão embora , "Uma tempestade não dura para sempre" …
      DESEJO TODO O SUCESSO PARA TU TAMBÉM GURIA !
      seja sempre bem vida ♥

Obrigada pela visita e volte sempre ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s