Resenha: O Lado Bom da Vida

Imagem

Título: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 256
Nota: 5/5. :mrgreen::mrgreen::mrgreen:
Imagem
 Você já se imaginou, se fosse realizável fazer da sua vida um breve filme – cheio de altos e baixos com um final feliz? Impossível? Não para Pat Peoples – o homem que já enfrentou as piores coisas da vida e continua acreditando que há sempre um lado bom para tudo. Ele viveu por algum tempo – não sabe afirmar se foram meses ou anos – em um hospital psiquiátrico. Como ele foi parar lá? Bom, isso é um mistério. A única pessoa que Pat consegue descrever com perfeição é Nikki, a esposa que ele acredita ter decepcionado. Ele não se lembra do passado ou das coisas que vivenciou antes de entrar no “lugar ruim” – o hospital psiquiátrico. Sua mãe decide que ele já está preparado para voltar a viver em sua antiga casa – morando com os seus pais – e tentar recomeçar a vida. Mas será que ele está preparado para novas mudanças?

 Quando Pat tenta reconstruir a sua vida e adaptar-se ao seu novo hábito – que se resume em: Exercícios que envolve a grande parte do dia e torcer pelo seu time no campeonato (que esta prestes a perder a TEMPORADA DO ANO) – ele conta as horas para que possa reencontrar a desejável esposa após o chamado “tempo separados”. Ele quer ser digno dela, tornando-se um homem gentil, amoroso, naturalista, fã de literatura e com muitos músculos. Porém, é difícil assimilar o motivo de todos ao seu redor, sempre evitam falar qualquer coisa sobre a sua amada, sempre agindo como se ela tivesse feito algo terrível no passado. Seus amigos e familiares passam a comentar sobre outras garotas e – em um encontro inesperadamente extraordinário – ele conhece Tiffany – uma garota que também enfrentou muitos problemas após o falecimento do marido e quer recomeçar a vida realmente bem. Porém, ela não acredita que a vida seja um filme com um final feliz e não sente nenhum remorso ao demonstrar sinceridade sobre qualquer assunto.

Duas pessoas que vivenciaram as piores coisas da vida. Uma acredita que para tudo há um lado bom. A outra prefere ser realista sobre tudo, sem se importar se irá ou não ferir o sentimento de alguém. Eles serão capazes de superar os traumas do passado? Até que ponto é saudável ter esperança?

Imagem

 

 

 Matthew Quick – definitivamente – entrou na minha lista de autores favoritos. Inicialmente, fiquei confusa com a narrativa que começa a partir do momento que o protagonista deixa o hospital psiquiátrico. Não há nenhuma revelação de como ele foi parar lá e nenhum outro personagem comenta sobre o mistério. Há apenas algumas pistas sobre o que pode ter ocorrido e isso fez com que o meu lado investigador ficasse ansioso para desvendar o passado de Pat. É claro que – como bom autor – Matthew deixou o melhor para o desfecho da trama que – sendo sincera – foi sensacional.

 O livro possui tantos pontos positivos que fica difícil selecionar apenas alguns para comentar na resenha. O que levou a trama a ser tão diferente ao ponto de cativar leitores ao redor do mundo? Os personagens realistas substituindo os inúmeros idealizados dos livros atuais. Pat e Tiffany podem ser comparados com muitas pessoas da sociedade em que vivemos. Com qualidades e defeitos, eles mostram que a vida pode ser justa ou injusta, mas que você é o único responsável pelo o seu final.( no que é a pura realidade)

 Pat é extremamente cativante.Sua ingenuidade e esperança em um final feliz para o “filme de sua vida” comovem até o mais duro dos corações. E sua habilidade em soltar, sem medo,’spoilers’ sobre clássicos da literatura, torna-o hilário.Ao término o livro se torna simples. E nessa simplicidade, ele se torna mágico.Encantador !

 Com capítulos pequenos, mas que devem ser lidos com calma e atenção, O Lado Bom da Vida prova que uma trama realista é capaz de conquistar o seu leitor, mostrando que sempre haverá um lado bom e outro ruim. Como prova, o próprio autor faz com que o seu protagonista reflita sobre diversas obras de autores de grandes clássicos da literatura, principalmente sobre alguns livros que não possuem um final feliz.

Mas vou lhe dizer o mesmo que digo para meus alunos quando se queixam sobre a natureza deprimente da literatura americana: a vida não é um filme de censura livre para fazer com que a pessoa se sinta bem. Muitas vezes a vida real acaba mal, como aconteceu com nosso casamento, Pat. E a literatura tenta documentar essa realidade, mostrando-nos que ainda é possível suportá-la com nobreza.

Não quero ficar no lugar ruim, em que ninguém acredita no lado bom das coisas, no amor ou em finais felizes, e onde todo mundo me diz que Nikki não vai gostar de meu novo corpo, nem vai querer me ver quando acabar o tempo separados. Mas também tenho medo de que as pessoas de minha antiga vida não sejam tão entusiásticas quanto estou tentando ser agora.

Anúncios

9 comentários sobre “Resenha: O Lado Bom da Vida

  1. Nossa, me apaixonei por esse livro assim que vi a capa… E como vc disse Geh, no começo é um pouco lento e tals, mas depois a gnt não quer mais parar de ler. Li em 10 dias…E o que dizer do filme? Bom eles mudaram algumas coisas, pra variar, mas o que não chegou a destorcer a historia. Um lindo filme… Recomendadíssimo!
    Adorei o post! ;*

  2. Eu li esse livro, não gostei muito! Mas o outro livro dele, Perdão Leonard Peacock é muuuuito bom! A escrita desse livro dá para notar uma evolução na escrita do Matthew, o que fez ele se tornar um dos meus escritores favoritos. 🙂
    Adorei sua resenha Gi!
    Seu blog está cada vez mais encantador! ❤

    • Daniiiiiii amiguinha ( ♥ )

      Sério , que não gostou ? Eu achei ele tão delicado (eu amo relator que englobam a mente)…
      Estou louca para ler Perdão Leonard Peacock , e com a sua motivação logo logo terei lido !!! 🙂
      Sem contar que , a escrita do Matthew é fabulosa , ele te prende em cada página !
      Fico muito feliz pela visitinha amiga e também pelos elogios !
      Beijinhos ! <<3

  3. Aiii sua resenha!!! Que linda!!! Você escreve tão bem Gigi. Ficou perfeita a resenha e as fotos.
    Só de me lembrar desse livro já fico toda chorosa, é tão lindo. Simplesmente amei do inicio ao fim. E como você disse o livro possui tantos pontos positivos que é realmente difícil falar sobre um só. É um livro maravilhoso!! Hahaha
    Enfim, amei amei amei!
    Beijinhos

  4. Assisti no começo do ano ,mas me emocionei muito, e logo veio em minha mente, “este filme tem que ter sido uma adaptação de um livro, não demorou muito para encontrar na internet que era baseado neste livro, e a partir dai eu quero muito ler este livro, e concordo com você que é uma leitura prazerosa …
    Gostei da sua resenha, me deixou bastante curiosa sobre o livro. Até então nunca tinha ouvido falar desse autor. Espero ter a oportunidade de ler esse livro logo haha
    beijos

  5. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha…me fez se interessar pelo livro….mas vc já leu o livro reverso … se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Obrigada pela visita e volte sempre ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s