Uma carta para o meu eu de uma década de vida.

Imagem  Aqui quem fala é a ‘Ge’ de aproximadamente duas década de existência. Sei que você não vai demorar a aceitar isso, pois sempre se perguntou como estaria em vinte anos e se, em algum lugar, haveria algum tipo de universo equidistante com uma você mais velha. Eu não encontrei isso ainda, infelizmente, mas afirmo que estamos relativamente bem. Sabemos o quanto você aprecia cartas e o quão curiosa é, então  deixo aqui alguns conselhos de como sermos nós mesmas a alguns anos.

  Queria te revelar que, em pouco tempo você estará começando sua tão desejável faculdade. É, nunca imaginamos isso, nunca imaginamos que tínhamos um mundo ao nosso alcance, não é? Pois bem, você será alistada para estudar em uma faculdade que, apesar de não ter te feito muito bem, vai te preparar um pouco para o mundo. Vai te mostrar que a realidade de algumas pessoas não é boa e que isso não é culpa delas. Vai te dar amigas que durarão todos esses anos. Vai mostrar o quanto todo mundo acredita em você (temos um problema sério com isso). E, acima de tudo, te apresentará uma pessoa que será muito importante na sua vida.

  Passará tardes a fio lendo seus livros. Mas já te falo uma coisa: A Culpa é das estrelas será seu livro que você mais amará ainda em seus 15 anos. Você vai sonhar e se encantar durante anos!(Eu me encanto até hoje!)E sei o quanto você gosta de escrever histórias. Lembra, aos seus 13 anos, você escreveu um conto sobre Rapunzel? Não sei de onde você tirou a ideia que uma menina vivia no castelo estilo Conde Drácula e só estava em busca de um amor. Não deixe de escrever os seus contos (horripilantes ou não) como eu deixei de escrever um dia. Hoje mal consigo pegar numa caneta sequer.

  Nesse meio tempo, você descobrirá que apesar do seu sonho pelo violão, seu amor de verdade é outro instrumento ou outro entretenimento. Sua rotina vai se tornar seu refúgio, então aproveite-a bem:hoje em dia sentimos saudade de ter tempo e estamos um pouco aborrecida por não vivermos o que amamos. Essa rotina te fará amadurecer e te dará orgulho de si mesma.

Ah! Trabalhe sua autoestima desde já. Vai ser cada vez mais difícil lidar com isso.

  Seus próximos cinco anos passarão voando.Ótimo em partes, bem ruim em outras. Mas tudo isso vai te levar ao seu princípio que é a Psicologia. Uma das duas melhores fases da sua vida. Você conhecerá ótimas pessoas e muita gente que combina com você. Isso é ótimo. E confie em mim: eles se manterão por perto por muito tempo, apesar da distância física que virá depois. Ainda sentirá falta da rotina que tinha, mas algumas recompensas virão.

  Ge,nunca em  hipótese alguma, deixe de ser quem você é pelos outros. Jamais tente ser alguém distinta só para ser aceita. Se você prefere livros e escritas do que festinhas e baladas, qual é o problema? Se você ainda gosta de fazer desenhos infantis e subir em árvores enquanto suas amigas se preocupam com garotos, qual é o problema? Você sentirá muita falta de sua infância maravilhosa. Por isso, estenda-a ao máximo!

Arrisque-se. Seja lá o que isso significa.

  No tempo certo, você vai amar e viver momentos inesquecíveis com o seu primeiro amor. Mas saiba que ele não será o único, tampouco o mais memorável, porém, irá te marcar pelo resto de sua vida. Afinal, ele será o seu primeiro amor… Ele te ensinará a ser menos egoísta, a pensar no próximo e tentar ser uma pessoa melhor. Mas fique tranquila caso não dê muito certo… Você tem uma vida inteira pela frente e o fim de uma amizade colorida não é o fim do mundo como você pensa.

  Seja gentil. Continue sendo a guria que ama intensamente, que se entrega intensamente e que pergunta exageradamente. Escreva sem parar. Mantenha sua curiosidade e sua capacidade de conversar com qualquer um. Não deixe que a rotina que virá depois disso te inquieta ao ponto de você ter que esconder quem é. Você vai chorar em alguns debates e vai chorar quando se apaixonar pela primeira vez. Tudo bem. Essa é você.

  Em determinada fase, com cada vez mais frequência, você vai se sentir inquieta e com vontade de fazer opções mais simples.No fundo, sabemos que não funciona assim. Tenha por nós duas quando sonhar com a tal carreira, o tal livro, a tal viagem e com “fazer algo de bom da vida”. Essas últimas coisas não aconteceram ainda, mas quem além de nós melhor para afirmar que logo logo acontecerá?

  E, por fim, me despeço com um pedido: quando chegar a minha idade, faça o favor de não ser desesperada (isso nos causa gastrite e nossa memória anda debilitada) e de dar o máximo de atenção ao que te faz bem e ao que gosta. Faça disso nosso combustível. Já tem sonho demais dentro da gente, tá na hora de colocá-los no mundo real.Saiba que sua persistência moverá montanhas. Não se desanime se alguém te dizer ao contrário. Não deixe de tentar realizar o seu sonho e jamais abandone a luta. Deus tem um caminho maravilhoso traçado para você. É só você ter e deixar nas mãos Dele que seu futuro será brilhante e cheio de conquistas.

Um beijo grande,
Seu Eu do futuro.

Anúncios

11 comentários sobre “Uma carta para o meu eu de uma década de vida.

  1. “Permita que ele saiba sobre todas as suas feridas, mas as cure sozinha. ” 🙂
    Talvez os conselhos para a GEH de vinte anos atrás sejam ótimo para a Ge de daqui a 10 anos. É sempre bom lembrar o que passamos, quem fomos e o que somos. Eu eu peço : sim, nunca pare de escrever. 🙂 rs Por aqueles que ao lerem seus escritos lembrem de si mesmos e se sintam tocados também seja pela identificação direta ou pelos opostos, mas para além disso escreva por você! E outra coisa: não esquece que te admiro muito! E acho engraçado com certos textos, certas palavras nos deixam tão orgulhosa por alguém, assim como estou por você agora- e numa fase cada vez mais crescente.

    Te amo.
    E sim, parece meio doido pela distancia mas eu vibro a cada avanço teu.
    Ultimamente tenho pensado bastante nisso: Tem coisa mais bonita que o desabrochar?
    Beijo grande.

  2. Achei muito linda a sua carta, muito bonito o jeito dr escrever, adoro ler seus posta.. Queria marcar um dia de sair com você, lembre sempre de mim aqui, beijoos

  3. Eu estou amando todos os textos que várias blogueiras tem feito com essa carta. Deve ser algo bem terapêutico olhar para o passado, ver os conselhos que você se daria, para que também, a gente não cometa os mesmos erros agora, ou futuramente.

    Parabéns pelo blog, amei!

    beijinhos

    • Oi Andressa, como vai ?
      Fico feliz que esteja gostando de tudo !!
      E olha, irei lhe dizer que como você tivesse aquilo a seguir sabe , para dar algo relativamente bem em sua vida !
      Eu amei fazer este projeto que como você citou é bem terapêutico olhar para o passado, Porém olhando de uma forma legal, sabendo que todos os seus sonhos se realizem !!!
      Beijinhos !!!

  4. Escrever,algo simples,muitos o fazem. Mas escrever intensamente e fazer das palavras um mundo completamente interativo entre os verdadeiros sentimentos ,seu verdadeiro eu, com leitores diversos e encantá-los com tanto talento, somente pessoas exemplares e raras como vc ´Ge` !!! Parabéns pelas suas palavras, que nada as tire de você. Beijos da sua amiga Vih!!!

    • Ví ❤ , , trabalhar no que realmente ama é um presente de Deus, né?!
      Como sempre, você está certinha. Precisamos fazer o que realmente amamos, e assim seremos felizes. A escrita é linda e sensível em todas suas formas, e acho que as pessoas deveriam valorizar mais.
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Adoro-te

  5. Muito linda mesmo sua carta! Me fez pensar que eu me diria muita coisa parecida rs e no quanto é importante aproveitarmos o hoje, com equilíbrio, sem abrir mão do que a gente gosta, porque o tempo não volta. Acho que no fim da vida sentiríamos muito mais falta das coisas pequenas que gostávamos e deixamos de fazer por estarmos preocupados com algo maior do que com as coisas que a gente costuma achar que precisa e quase enlouquece pra conseguir. No fim das contas, a gente precisa de tão pouco pra ser feliz… Enfim, sua carta me trouxe muitas reflexões e muitas lembranças! rs Abraço!

    • De fato @Isabela, são as coisas mínimas que fazem grande diferença em nossa vida. Coisas simples, porém cheias de amor e sinceridade. É assim que a vida deve ser. *-*
      Desculpe pela demora na resposta! Antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Beijão grande, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

Obrigada pela visita e volte sempre ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s